Il Giardino dei Tarocchi ou o Jardim do Tarot é um jardim de esculturas baseado no tarô esotérico criado no final dos anos 1970 por Niki de Saint Phalle em Garavicchio, província de Grosseto, Toscana.

Influenciado pelo Parque Güell de Gaudí em Barcelona e pelo jardim em Bomarzo, Niki de Saint Phalle decidiu fazer algo semelhante; um parque de esculturas monumental criado por uma mulher.

Em 1979, ela adquiriu algumas terras em Garavicchio, cerca de 100 km a noroeste de Roma ao longo da costa. O jardim, chamado Giardino dei Tarocchi em italiano, contém esculturas dos símbolos encontrados nas cartas do Tarô.

O jardim levou muitos anos e uma soma considerável de dinheiro para ser concluído. Foi inaugurado em 1998, após mais de 20 anos de trabalho.

O jardim, com um forte componente esotérico, inclui os vinte e dois arcanos principais do tarô:

  • o mágico (com a mão coberta por espelhos e o interior da cabeça pintado pelo artista inglês Alan Davie)
  • a Grande Papisa (homenagem aos Jardins de Bomarzo). Com, no centro de uma bacia, a Roda da Fortuna e seus jatos de água
  • a Força (figura feminina dominando a força brutal de um dragão)
  • o Sol (um pássaro colocado em um arco)
  • a morte, montando um cavalo
  • o diabo, o mundo, o louco
  • o Enforcado (localizado dentro da árvore da vida)
  • a Justiça (figura feminina)
  • a Injustiça (máquina travada na Justiça)
  • os Amantes (Adão e Eva em um piquenique)
  • o eremita, a torre
  • o imperador (retratado dentro de um castelo)
  • the Lust (uma fonte com mulheres brincando na água)
  • a Imperatriz (cujo interior está totalmente convertido em um apartamento coberto por um mosaico de espelhos - foi onde Niki de Saint Phalle viveu e trabalhou durante a criação do Jardim)
  • a carruagem, a estrela, o julgamento
  • a Lua e a Temperança.

Niki de Saint Phalle

Niki de Saint Phalle, nascida Catherine-Marie-Agnès Fal de Saint Phalle (29 de outubro de 1930 - 21 de maio de 2002) foi uma escultora, pintora e cineasta francesa.

Enquanto estava em Paris como modelo, Niki de Saint Phalle foi apresentada ao pintor americano Hugh Weiss, que se tornou seu amigo e mentor.

Ele a encorajou a continuar pintando em seu estilo autodidata. Posteriormente, ela se mudou para Deià, Maiorca, Espanha, onde seu filho, Philip, nasceu em maio de 1955.

A influência de Gaudí abriu muitas possibilidades antes inimagináveis para Niki de Saint Phalle, especialmente no que diz respeito ao uso de materiais incomuns e objetos-trouvés como elementos estruturais em escultura e arquitetura.

Saint Phalle continuou a pintar, principalmente depois que ela e sua família se mudaram para Paris em meados da década de 1950. Sua primeira exposição de arte foi realizada em 1956 na Suíça, onde exibiu seu estilo ingênuo de pintura a óleo.

Inspirada pela gravidez de sua amiga Clarice Rivers, esposa do artista americano Larry Rivers, ela começou a usar sua arte para considerar as figuras femininas arquetípicas «Nanas» em relação ao seu pensamento sobre a posição das mulheres na sociedade.

Em 1971, de Niki de Saint Phalle e Jean Tinguely se casaram.

Mapa: Jardim do Tarot
Mapa: Jardim do Tarot