A Abadia de Sant Antimo (Abbazia di Sant’Antimo) é um antigo mosteiro beneditino, agora habitado por cônegos regulares, situado na província de Siena, perto de Montalcino, Toscana.

Seu nome refere-se a Santo Antimus de Roma, cujas relíquias foram transferidas para cá durante o final do século VIII. As origens da abadia remontam a um pequeno oratório aqui construído, um local de uma antiga villa romana, em 352 com a morte de Antimus.

Em 715, era cuidado pela diocese de Chiusi. Em 770, os lombardos encomendaram a construção de um mosteiro beneditino. Em 781, em sua viagem de volta de Roma, Carlos Magno deu sua marca à construção, embora a versão segundo a qual ele foi o fundador da abadia seja provavelmente uma lenda.

Em 814, um documento de Luís, o Piedoso, transformou-a em abadia imperial. Em 1118, após a doação do patrimônio de Bernardo degli Ardengheschi, foi iniciada a construção da nova igreja, inspirada na nova abadia de Cluny e na igreja de Vignory.

Mapa: Sant’Antimo
Mapa: Sant’Antimo